Comunicado de imprensa: Grupo HELM – Resultados de 2016

A HELM relata a queda nas receitas devido ao baixo preço do petróleo. As perdas em empresas associadas pesam nos resultados.

Hamburgo, 11 de maio de 2017:

Resultados do ano fiscal de 2016:

  • Receitas: € 6,9 bilhões (-18%)
  • Perdas nas participações de produção em Trinidade e Tobago
  • Ligeiro aumento dos volumes comercializados (+4%)
  • Investimento na maior unidade de produção de metanol da América do Norte
  • Investimento total em 2016-2018: € 500 milhões
  • Património líquido: € 763 milhões

O preço muito baixo do petróleo bruto foi mais uma vez o fator decisivo para o Grupo HELM no ano fiscal de 2016. No início do ano, o preço do barril era menos de US$ 30, cerca de 40% mais baixo do que no começo de 2015. A queda do preço do petróleo bruto levou aos baixos preços de produtos petroquímicos, o que por sua vez ocasionou a queda de receita do Grupo HELM. Os volumes de distribuição aumentaram em 4% em comparação ao ano anterior. Graças a um ligeiro aumento na margem de comercialização, a Empresa manteve o lucro bruto de produtos no mesmo patamar, apesar da queda da receita. O resultado do Grupo HELM foi afetado pelas perdas em empresas associadas. Foi alcançado um pequeno lucro antes dos impostos de € 2,8 milhões (2015: € 57 milhões). Entretanto, as demonstrações financeiras anuais consolidadas mostram uma queda após impostos.

Hans-Christian Sievers, Presidente da Direção Executiva da HELM AG, resumiu o último ano: "Nos nossos negócios operacionais, pudemos manter-nos firmes num ambiente desafiador, caracterizado por preços baixos e crescente incerteza política. Mesmo assim, temos que relatar o nosso resultado operacional negativo para o ano fiscal passado. A nossa participação minoritária na Methanol Holdings (Trinidad) Ltd. (MHTL) em Trinidade e Tobago relatou perdas. Uma conjuntura difícil de baixos preços de metanol, o fornecimento limitado de gás para a operação das nossas unidades de produção e a execução de grandes obras de manutenção restringiram a nossa capacidade, resultando em perda. Desde então, o preço do metanol tem recuperado e o fornecimento de gás tem melhorado".

As receitas globais não consolidadas, incluindo as receitas de vendas de agências, diminuíram devido à queda generalizada dos preços em 18% para € 6,935 bilhões (2015: € 8,498 bilhões).

As receitas externas caíram 15% para € 3,867 bilhões (2015: € 4,540 bilhões).

A EBITDA caiu € 50,4 milhões em 2016 para € 20,2 milhões (2015: € 70,6 milhões).

O resultado consolidado antes dos impostos foi de € 2,8 milhões (2015: € 57 milhões).

O resultado consolidado após impostos foi de € -15,6 milhões (2015: € 35,5 milhões).

Os principais mercados de vendas do Grupo HELM em 2016 foram a Europa, representando 57%, seguida das Américas, com 29%, e Ásia, com 13%.

Em 2016, a HELM tomou uma série de decisões estratégicas, definindo a direção futura do Grupo:

Investimento na maior unidade de produção de metanol da América do Norte em Beaumont, Texas

Junto da parceira de longa data PROMAN, a HELM investiu US$ 680 milhões (cota da HELM: US$ 170 milhões) na maior unidade de produção de metanol da América do Norte, Natgasoline LLC. Atualmente a unidade de produção está em construção e ficará pronta até ao fim de 2017. As novas instalações terão a capacidade de 1,75 milhões Mt por ano, reforçando ainda mais a posição de liderança do Grupo HELM como distribuidora de metanol.

Passos finais rumo à autorização de marketing para a medicação contra osteoporose

A empresa comum Richter-Helm BioTec GmbH & Co. KG obteu da Comissão Europeia a recomendação para a aprovação do novo medicamento à base de Teriparatida, o Terrosa. Ele é utilizado para o tratamento da osteoporose, reduzindo o risco de fraturas ósseas em determinados grupos de pacientes. O medicamento recebeu a autorização final para marketing no início de 2017.

Aquisição bem sucedida do medicamento para a tiroide

A HELM Pharma foca em aquisições estrategicamente adequadas. O medicamento para a tiróide que adquirimos em 2016 tem sido utilizado para tratar distúrbios da tiróide por mais de 100 anos. A novidade é a forma de dosagem líquida patenteada, que permite uma dose baixa e exata dos ingredientes ativos e também facilita a entrega do medicamento ao paciente.

Hans-Christian Sievers: "Esses investimentos mostram que na HELM nós agimos a longo prazo, visando o futuro. Ser uma empresa familiar permite-nos agir por períodos de tempo maiores. Aproveitando ao máximo as oportunidades que isso traz, nós posicionamo-nos bem em 2016, para salvaguardar o negócio pelos anos que temos pela frente. No total, reservamos cerca de € 500 milhões para o período de 2016-2018 de forma a avançar com a expansão dos nossos negócios de Químicos, Fertilizantes, Proteção de Cultivos e Farmacêuticos.

Resultado consolidado: principais índices de desenvolvimento do negócio

- em milhões de euros - 2016 2015 2014
Receitas      
- Receitas globais 6.935 8.498 9.764
  (-18%) (-13%)  
- Receitas externas 3.867 4.540 5.054
  (-15%) (-10%)  
Lucro      
- EBITDA 20,2 70,6 186,1
  (-71%) (-62%)  
- Resultado antes dos impostos 2,8 57,0 170,8
  (-95%) (-67%)  
- Resultado consolidado após os impostos -15,6 35,5 141,6
  (-144%) (-75%)  
       

Panorama de desenvolvimento nas áreas dos negócios

Químicos: Matérias-primas e Derivados

O segmento de Químicos, que compreende as unidades de negócios de Matérias-Primas e Derivados, comercializa produtos químicos industriais de base. Como em 2015, a queda pela metade do preço do petróleo bruto versus o seu valor a longo prazo de aproximadamente US$ 100 por barril afetou de forma adversa a performance dos negócios no ano fiscal de 2016. Além disso, as margens de lucro foram pressionadas devido ao excesso de capacidade de produção. Apesar de um aumento modesto dos volumes em 7%, o segmento registou uma queda de receita de 14,6%. Em geral, o segmento de Químicos alcançou uma receita externa de € 2.313,5 milhões.

Fertilizantes:

Num cenário de preços de produtos energéticos a caírem, os preços de fertilizantes no mercado global também sofreram um decréscimo. Os preços de fertilizantes caíram devido ao impacto do preço do petróleo bruto, em conjunto com o excedente de produtos de nitrogénio e fosfatos. Uma colheita recorde nos Estados Unidos exacerbou a situação dos preços. A HELM conseguiu manter os volumes distribuídos no mesmo patamar do ano anterior. A unidade de negócios de Fertilizantes alcançou a receita externa de € 972,8 milhões, uma diminuição de 21,5% em comparação ao ano anterior. Essa queda pode ser atribuída à situação geral de preços.

Em 2016, houve investimentos na expansão do negócio de distribuição. Novos terminais foram alugados em Bilbau e Barcelona, na Espanha, bem como em Koper, na Eslovénia, enquanto que nos EUA aumentamos os nossos terminais em Memphis, no Tennessee, e em Helena, no Arkansas.

Proteção de cultivos:

Os preços das mercadorias permaneceram baixos ao longo de 2016. Assim, a renda das quintas foi pequena. Grandes stocks de produtos de proteção de cultivos para todas as culturas importantes do mundo levaram à grande pressão nos preços e, como resultado, o mercado contraiu levemente. Apesar do difícil ambiente de mercado, a unidade de negócio conseguiu aumentar a receita em 11,2% em comparação ao ano anterior, atingindo € 260 milhões. O principal mercado de vendas dos produtos da unidade de negócios de Proteção de Cultivos é o da América do Norte, seguido do da América Latina e do da Europa.

Produtos farmacêuticos:

O portfólio de produtos da unidade de negócio de Produtos Farmacêuticos, voltado para mercados e consumidores-alvo individuais, expandiu-se em 2016. Além do foco em áreas terapêuticas como a oncologia, hormonas, anti-infecciosos, sistema nervoso central (SNC) e cardiovascular, a HELM agora também trabalha para o desenvolvimento e as atividades laboratoriais em mercados individuais. Isso garante que os produtos finais sejam fabricados de forma eficiente e sob critérios de alta qualidade. A unidade de negócio de Produtos Farmacêuticos alcançou uma receita externa de € 205,7 milhões.

HELM International:

Com mais de 100 subsidiárias em mais de 30 países, a HELM é estruturada internacionalmente. No último ano fiscal, as subsidiárias geridas pela unidade de negócio HELM International geraram uma renda estável excelente. Mais uma subsidiária, a HELM Suisse, foi estabelecida em 2016 em Zurique, na Suíça, enquanto que no início de 2017 abrimos um novo Escritório de Vendas em Busan, na Coreia.

Recursos humanos:

Em 2016, o número total de funcionários da organização global HELM permaneceu basicamente o mesmo. Em 31 de dezembro de 2016, a HELM empregava 623 (31.12.2015: 631) funcionários em Hamburgo, 684 (694) na Alemanha e 1.495 (1.489) no total global, incluindo participações.

Perspectiva para 2017

A HELM começou bem o ano fiscal de 2017. No primeiro trimestre, o preço do petróleo bruto parece estar a recuperar, e o preço do gás também está em crescimento. Desde o início de 2017, os preços de produtos químicos têm aumentado, com vários preços de produtos a aumentarem significativamente.

Hans-Christian Sievers: "Aguardamos um bom primeiro semestre e antecipamos um aumento na receita de 14% em comparação ao mesmo período no ano passado".

Sobre a HELM:

A HELM AG é uma empresa familiar sediada em Hamburgo, na Alemanha, com uma tradição comercial de mais de 116 anos. Uma organização multifuncional de vendas e distribuição, a HELM atua na indústria de produtos químicos através de unidades de negócios de Matérias-Primas e Derivados, na indústria de proteção de culturas, em substâncias ativas farmacêuticas, em produtos farmacêuticos e médicos e na indústria de fertilizantes. A HELM é uma das maiores empresas de marketing de produtos químicos e facilita o acesso aos principais mercados do mundo através de conhecimento regional específico e mais de 100 subsidiárias, escritórios de venda e participações em mais de 30 países.

Sophie Saul

Sophie Saul

Relações Publicas & Comunicação Corporativa

Enviar e-mail