Guidelines para Gestão e Cooperação

As Guidelines para Gestão & Cooperação são parte integrante da cultura corporativa da HELM. Estão integradas nos princípios fixados pela Companhia e, como tal, são a base para a atuação e tomada de decisões a todos os níveis.

Estas Guidelines resultam do trabalho conjunto de gestores e colaboradores de diferentes áreas e níveis. Foram compiladas devido à consciência de que a HELM apenas pode ter um sucesso duradouro se a empresa for gerida com competência, se cumprir as suas funções em relação a clientes e fornecedores de uma forma convincente e se os colaboradores estiverem envolvidos em processos de decisão dentro da sua área de responsabilidade.

De forma a atingir este objetivo, precisamos de uma cultura de gestão e cooperação que envolva todos os colaboradores e lhes permita trazer os seus conhecimentos e competências com criatividade e autoconfiança e, como tal, tomar a responsabilidade pelo nosso sucesso conjunto. 

Como o maior prestador de formação vocacional no sector do comércio estrangeiro em Hamburgo e através da formação vocacional qualificada em todos os cursos que oferecemos, queremos recrutar os melhores talentos júnior para a nossa empresa e conquistar, reter e promover os membros da equipa a longo prazo uma vez que estes asseguram a nossa força inovadora, a nossa competitividade e o nosso forte desempenho.

Estas Guidelines para Gestão e Cooperação devem ser uma orientação e obrigação para todos na empresa. De forma a dar-lhes um significado, é necessário um feedback crítico e discussões construtivas na vida profissional diária.

1. Devemos ter em consideração e respeitar as personalidades uns dos outros

Consideração e respeito uns pelos outros são pré-condições essenciais para a confiança e cooperação construtiva.

Atingiremos este objetivo através de...

  • honestidade, abertura, justiça e tolerância,
  • honestidade, abertura, justiça e tolerância, 
  • ausência de arrogância e pretensiosismo,
  • vontade e capacidade de ouvir,
  • respeito em relação ao trabalho de outras pessoas,
  • tratamento justo e construtivo de cada um, especialmente em situações de conflito.

2. Desempenhamos as nossas funções e responsabilidades na empresa para o bem coletivo

Partilhamos a responsabilidade pelo sucesso da empresa e de todos os seus colaboradores.

Isto significa que...

  • assumimos um compromisso em relação aos objetivos do negócio,
  • o nosso trabalho obedece aos mais elevados princípios de qualidade,
  • pensamos e agimos de uma forma orientada para a equipa e juntos contribuímos para o sucesso da empresa, 
  • mantemos os nossos compromissos e acordos e, como tal, somos fiáveis e previsíveis, 
  • abordamos os problemas pronta, direta e honestamente e contribuímos para que se encontre uma solução construtiva, 
  • pomos o interesse da empresa acima do interesse de unidades de negócio individuais.  

3. Nós, como gestores, estamos cientes da responsabilidade especial que temos em relação aos nossos colaboradores e à empresa

Uma gestão bem-sucedida requer confiança mútua. A confiança requer um comportamento exemplar e modelo.

Isto significa que... 

  • aumentamos a motivação dos nossos colaboradores através de um comportamento exemplar e positivo,
  • valorizamos o bom desempenho e, através de uma crítica construtiva, utilizamos resultados não satisfatórios como uma oportunidade de aprendizagem, 
  • não atrasamos decisões,
  • damos uma orientação através de uma avaliação anual.

4. Assumimos um compromisso para com os princípios de gestão cooperativa

Isto significa que...

  • definimos e acordamos responsabilidades claras, compreensíveis com objetivos bem definidos,
  • dentro da sua área de responsabilidade, envolvemos os nossos colaboradores em processos de tomada de decisões, 
  • delegamos o desempenho de tarefas e uma certa autoridade de decisão, como apropriado, aos colaboradores responsáveis, 
  • se necessário, os nossos colaboradores podem pedir-nos aconselhamento e suporte, 
  • o colaborador é obrigado a exercitar o auto-controlo. Não obstante, nós, enquanto superiores hierárquicos, permanecemos obrigados a controlar. 

5. Contribuímos para a informação necessária compreensiva como pré-condição importante para uma cooperação construtiva

Isto significa...

  • todas as pessoas são obrigadas a entregar e obter informação da mesma forma, 
  • para a troca de informação são precisas disponibilidade e preparação para discussões e uma comunicação regular com tempos estabelecidos, 
  • desenhamos o conteúdo, extensão e timing da informação de uma forma orientada para o alvo e responsável. 

6. Observamos o nosso desempenho e comportamento de uma forma autocrítica

Debates regulares para feedback ajudam-nos a avaliar-nos realisticamente e facilitam o desenvolvimento pessoal.

Neste processo permanente é importante para nós...

  • abordar forças e fraquezas, 
  • questionar os nossos próprios padrões de desempenho e comportamento e estarmos preparados para os ajustar, 
  • conduzir estas conversas de forma justa e de uma forma a que se possam tornar uma oportunidade de aprendizagem para ambos,
  • encontrar acordos mútuos se houver necessidade de melhorias.

7. Usamos os treinos e formação adicional como preparação para requisitos futuros e de forma a desenvolver ainda mais as nossas qualificações vocacionais e pessoais

Todos são responsáveis pela sua própria qualificação. A empresa apoia os colaboradores através de medidas educativas adicionais adequadas.

A empresa...

  • assegura que os colaboradores que são nomeados para funções de gestão, são preparados para este novo desafio através de medidas formativas adequadas,
  • suporta os colaboradores no seu desenvolvimento vocacional em linha com as suas competências e motivação.